• Segunda-feira , 10 Agosto 2020

Osasco amplia locais de atendimento a casos suspeitos de coronavírus

Esta postagem foi publicada em 19 de Março de 2020

Última atualização: 22:21

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

O prefeito de Osasco, Rogério Lins, anunciou na quarta-feira, 18/3, novas medidas na área da Saúde visando o combate e prevenção ao coronavírus na cidade. A Prefeitura editou decreto de emergência e já está construindo no segundo andar do Pronto-Socorro do Jardim D’Abril 40 novos leitos como estratégia de retaguarda para casos em que haja necessidade de isolamento. A previsão é de que as obras estejam prontas e em condições de atendimento entre 15 e 20 dias. 

Ficou definido ainda que, a partir do dia 27/3, os Prontos-Socorros do Jardim Santo Antônio (zona Sul) e Osmar Mesquita (zona Norte), seis Unidades Básicas de Saúde (os locais ainda serão definidos) e o Centro de Atenção ao Idoso (Presidente Altino) serão destinados a atender especificamente casos suspeitos de contágio. Já a Escola Municipal de Educação Especial, Edmundo Campanhã Burjato (Jardim Cirino), atenderá apenas crianças e adolescentes. 

Todos os pronto-socorros citados contarão com respiradores, exames laboratoriais e leitos destinados à internação. Nas UBSs também haverá coleta para exames laboratoriais. 

As Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) da Vila Menck, Jardim Conceição e Centro foram os primeiros locais definidos no início do mês para atender os casos suspeitos da doença. O Hospital Antônio Giglio oferece a retaguarda necessária às UPAs. 

Casos

Até a quarta-feira (18), a cidade contava com quatro casos potenciais para coronavírus. A confirmação dependia de exame de contraprova por parte do Instituto Adolfo Lutz. As pessoas com suspeita têm idade inferior a 60 anos, estão clinicamente bem, monitoradas pela Secretaria de Saúde, e seguem em quarentena domiciliar. Nenhuma delas possui doenças crônicas. 

De acordo com o prefeito, reuniões intersecretariais estão sendo feitas diariamente para acompanhar a evolução da doença e novas medidas podem ser adotadas nos próximos dias visando conter a evolução de casos na cidade. 

Na segunda-feira, 23/3, ocorrerá nova reunião, que poderá definir, entre outras medidas, a recomendação para o fechamento de alguns estabelecimentos comerciais, com exceção de padarias, farmácias, restaurantes, supermercados e hipermercados.

Por determinação do governo do Estado, a partir de segunda-feira, 23/3, os shoppings da Região Metropolitana, o que inclui Osasco, terão de fechar as portas. As aulas nas escolas municipais também estarão totalmente suspensas a partir do dia 23. A recomendação é para que as escolas particulares também adotem a medida. 

A Secretaria de Educação do município também fez levantamento onde há escolas em áreas de maior vulnerabilidade social para seguir fornecendo merenda escolar para os estudantes. “Não utilizaremos o pessoal de apoio para servir as refeições, pois nossa preocupação não é apenas com o bem-estar dos professores. Ainda não finalizamos o que será feito, talvez haja o fornecimento de marmitex ou kit refeição. Muitas crianças, principalmente de áreas de vulnerabilidade, têm na merenda a principal refeição do dia. Então vamos seguir fornecendo a alimentação porque elas precisam estar com a imunidade em dia”, disse Lins. 

A Prefeitura já determinou o afastamento de funcionários acima de 60 anos de idade e aqueles que eventualmente tenham doenças crônicas. 

Alerta

O chefe do Executivo convocou novamente a população para que siga as recomendações sobre os cuidados com a higienização das mãos e pediu àqueles que já tiveram liberação do emprego para trabalhar em casa (home office) que também evitem sair às ruas. 

Entre duas e três semanas poderemos ter um pico no número de casos emergenciais. Mas se seguirmos essas recomendações, talvez esse pico tenha uma curva menos acentuada. É preciso levar isso a sério e ter atitude humanitária, pensar no bem maior de todos. Os jovens devem evitar o contato com os idosos da família, que são os mais vulneráveis. Quem está com os sintomas da doença (tosse persistente com catarro, febre e dores nas articulações) deve buscar atendimento e, de imediato, se colocar em quarentena. É preciso se resguardar para evitar que o vírus se espalhe”, recomendou. 

Abusos no comércio

O prefeito pediu ao PROCON para que fiscalize a denúncia de consumidores em relação aos preços abusivos do comércio na venda de álcool gel e máscaras. “Não vamos admitir isso na nossa cidade. Se for detectada anormalidade nos preços, serão feitas advertências e aplicadas as penalidades cabíveis”. 

Transportes

Ao contrário do que ocorreu nas sete cidades do ABC Paulista, Rogério Lins descartou neste momento a suspensão do transporte municipal em Osasco. “Por enquanto não suspenderemos, porque na cidade nem todos têm carro e podem precisar do transporte para, por exemplo, buscar atendimento médico”. 

Cuidados

A melhor forma de prevenção e combate à propagação do vírus é a higienização constante das mãos com álcool gel 70% ou água e sabão e evitar a proximidade com outras pessoas. Evite beijos, abraços e apertos de mão ao cumprimentar alguém. Ao tossir, cubra a boca com o antebraço ou lenço de papel descartável.

Texto: Marco Borba

Veja Também

Expediente - Quem Somos - Publicidade - Fale Conosco
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×