• Sexta-feira , 7 Agosto 2020

Hosni Nubarak ex- presidente do Egito morre aos 91 anos

Esta postagem foi publicada em 25 de Fevereiro de 2020

Última atualização: 09:04

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

BERLIN – MARCH 04: Egyption President Hosni Mubarak speaks to the media following talks with German Chancellor Angela Merkel at the Chancellery (Bundeskanzleramt) on March 4, 2010 in Berlin, Germany. Mubarak is on a one-day official visit to Germany. (Photo by Sean Gallup/Getty Images)

 

Depois de quase 3 décadas no poder, o ex-presidente Hosni Mubarak que foi deposto em 2011. Devido a onda de protesto, conhecido como primavera árabe. Mubarak ficou conhecido como ditador no Egito, onde perseguia seus opositores e até mesmo a imprensa que criticava, seu trabalho.

Mubarak estava na unidade de terapia intensiva de um hospital militar no Cairo quando morreu. Ele estava em cirurgia em 23 de janeiro, de acordo com um tweet de seu filho Alaa Mubarak.

Primavera Árabe

Primavera Árabe, como é conhecida mundialmente, foi uma onda revolucionária de manifestações e protestos que ocorreram no Oriente Médio e no Norte da África a partir de 18 de dezembro de 2010

As redes sociais desempenharam um papel considerável nos recentes movimentos contra a ditadura nos países árabes. A propagação do movimento conhecido como Primavera Árabe, que começou em 2010 na Tunísia, para todo o Norte da África e Oriente Médio não teria sido a mesma sem os recursos proporcionados pela internet. Foi na Internet que os setores mais inconformados da sociedade encontraram o instrumento ideal para exercer o ciber-ativismo, de onde eles puderam canalizar as críticas contra os abusos do poder das autoridades, agendar e realizar ações de protesto.

Em dezembro de 2010 um jovem tunisiano, Mohamed Bouazizi, ateou fogo ao próprio corpo como forma de manifestação contra as condições de vida no país que morava. Ele não sabia, mas o ato desesperado, que o levaria à própria morte, acabaria culminando no que, mais tarde, viria a ser chamado de Primavera Árabe. Protestos se espalharam pela Tunísia, levando o presidente Zine el-Abdine Ben Ali a fugir para a Arábia Saudita apenas dez dias depois. Ben Ali estava no poder desde novembro de 1987

Veja Também

Expediente - Quem Somos - Publicidade - Fale Conosco
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×