• Sexta-feira , 7 Agosto 2020

Greve dos policias militares no Ceará perdura e não perspectivas de desfecho

Esta postagem foi publicada em 26 de Fevereiro de 2020

Última atualização: 20:28

0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×

*Por Rodrigo Lico

A greve deflagrada, no último dia 18, por policiais militares do Ceara tomou proporções incontroláveis. A categoria reivindica aumento no piso salarial, melhores condições de trabalho, e alteração dos regimentos das PMs e
bombeiros, em vigor desde 1983.

Um de seus artigos deve prever a federalização das polícias, que hoje são estaduais.
A situação fugiu do controle após Cid Gomes, senador e ex-governador do estado ser baleado no município de Sobral, após ser baleado por tentar invadir um quartel ocupado por PMs, com uma escavadeira.
A situação tornou-se alarmante e insustentável, a falta de segurança estagnou a economia local, em um período de intenso de faturamento, devido às apresentações de carnaval, causando a suspenção de trios elétricos e festas.
As informações que se tem até o momento é que houve o afastamento de mais de 200 agentes de segurança e 37 policiais foram presos e considerados desertores.

Embora o estado tenha recebido auxilio por parte do governo
federal com cerca de 2.500 soltados do exercito, 150 agentes da Força Nacional e 212 policiais federais, houve registro histórico de aumento de 75%  no número de homicídios.

Essential Style como um órgão de imprensa de abrangência mundial entende o direito de protesto e  manifestação de livre pensamento, previsto no artigo 5º da Constituição Federal e que membros da corporação militar tenham
o legitimo direito de exerce-lo. Mas não podemos tolerar que a população fique vulnerável e refém da violência. Em razão disso nos solidarizamos com os cidadãos cearenses e conclamamos um entendimento entre as partes, para
que o fim desta greve ocorra o mais breve possível e que a ordem volte a ser estabelecida no estado.

*Por Rodrigo Lico

*Rodrigo Lico é graduado em Publicidade e Propaganda; jornalista diplomado

Veja Também

Expediente - Quem Somos - Publicidade - Fale Conosco
0 Flares Twitter 0 Facebook 0 Filament.io 0 Flares ×